Pesquisar

Semana

Publicações Populares

Para Todos os Garotos que Já Amei

terça-feira, 30 de junho de 2015
Postado por Projeto F5



Sinopse 


Lara Jean guarda suas cartas de amor em uma caixa azul-petróleo que ganhou da mãe. Não são cartas que ela recebeu de alguém, mas que ela mesma escreveu. Uma para cada garoto que amou — cinco ao todo. São cartas sinceras, sem joguinhos nem fingimentos, repletas de coisas que Lara Jean não diria a ninguém, confissões de seus sentimentos mais profundos. Até que um dia essas cartas secretas são misteriosamente enviadas aos destinatários, e de uma hora para outra a vida amorosa de Lara Jean sai do papel e se transforma em algo que ela não pode mais controlar.


Resenha 



"Se o amor é como uma possessão, talvez minhas cartas sejam o meu exorcismo. As cartas me libertam, ou pelo menos deveriam."
                                      Lara Jean

Lara perde a mãe muito cedo e logo que sua irmã mais velha Margot vai para uma faculdade na Escócia, ela assume a responsabilidade em casa de irmã mais velha, no qual a deixa confusa, pois era acostumada a ter a coisas fáceis, devido ao papel de mãe que Margot desempenhava na sua vida.
.
A protagonista é uma adolescente reservada e tímida contribuindo na vontade dela em escrever cartas, onde preenche páginas como se estivesse colocando um ponto final em cada relação platônica. E são essas qualidades da Laranjinha (apelido da Lara) que encanta os leitores.

A Lara também muito desajeitada se mete em enrascadas construindo o humor do livro, no qual tem também em sua base a relação dela com sua irmã mais nova, Kitty e seu amigo Peter. O senso crítico junto a petulância e astúcia caracteriza uma ótima personagem, a Cris, amiga da Lara, que nos lembra aqueles nossos amigos que estão nos momentos mais aventureiros e engraçados da nossa vida.

Outro fato interessante dos personagens, é a protagonista ser asiática, mais especificamente da Coréia, assim deixando de lado o clichê de sempre termos no papel principal garotas do estilo americano e afins.

O romance fala implicitamente sobre termos confiança em nós mesmos, tema já bastante saturado nesse meio. Não teve um final satisfatório, mas isso não se torna problema pois o segundo livro já foi lançado   nos EUA, tendo como título "Ps: I still love you" (tradução livre Ps: ainda te amo), então estamos na expectativa da editora o lançar.

A escritora conseguiu nos cativar com esse livro onde a desenvoltura é cômica, fácil e rápida. Esperamos que cative você também.

Os 13 Porquês

sexta-feira, 26 de junho de 2015
Postado por Projeto F5

Sinopse

Ao voltar da escola, Clay Jensen encontra na porta de casa um misterioso pacote com seu nome. Dentro, ele descobre várias fitas cassetes. O garoto ouve as gravações e se dá conta de que elas foram feitas por Hannah Baker - uma colega de classe e antiga paquera -, que cometeu suicídio duas semanas atrás. Nas fitas, Hannah explica que existem treze motivos que a levaram à decisão de se matar. Clay é um desses motivos. Agora ele precisa ouvir tudo até o fim para descobrir como contribuiu para esse trágico acontecimento.

Resenha

Qual será a sensação, de descobrir que você é o motivo do suicídio de alguém? Que você ignorou, humilhou sem entender o poder das palavras, e agora esse alguém está morto, e você faz parti disso? 13 culpado estariam preste a descobrir, se estariam arrependidos ou não, uma garota morta deixou seu recado.
A história é narrada em dois pontos de vistas , o de Hanna Baker (nossa suicida)e Clay jansen  (um dos porquês , ou não , isso você vai descobrir ), você deve esta pensando que é apenas mais um bom e velho romance suicida , e é em alguns momentos , no entanto , o livro possui suas façanhas, o autor nos prendi com uma história que possui suspense , permitindo que algumas vezes o previsível aconteça, só para nos surpreender no próximo momento , o que torna o luto instigante , algumas situações são repletas de incógnitas , que são descobertas no decorrer da leitura.
A maior parti do livro, acontece em restaurantes, lanchonetes, ou simplesmente na tua, não possui ação, não possui um conto de fadas com histórias felizes, e pessoas boas, ainda sim , ele nos cativa ,por que ? Por que o livro é real , há uma garota real , que não chega nem a ser a mocinha nem uma vilã , só alguém gritando por ajuda, que acabou perdendo , e tirando a própria vida , mais real ainda , são as emoções , que não chegam a ser exageradas , mais concretas e explicitas , que giram em torno da nossa  queria suicida, e seus 13 porquês, se você procura uma história fictícia com pessoas reais , então esse é o livro certo pra você, apesar de o desfecho não ter me agradado , por gostar de finais concretos , pra vocês que apreciam o suspense até o fim , também vai ser altamente adequado
Clay Jansen, se a história também é narrada no ponto de vista dele; por que não falar dele? Por que nosso protagonista, é apresentado como um belo mocinho, do qual nós só conseguimos descobrir alguma coisa, do meio do livro em diante, então acho digno que vocês mesmo descubram, mais adiante, que o personagem me cativou, e que eu espero que também os cativem, assim Como minha querida suicida; Hanna Baker.

E então, vamos descobrir os 13 porquês?


Por: Silmayra

Supernova - Renan Carvalho

quarta-feira, 17 de junho de 2015
Postado por Indie Bruz
Autor: Renan Carvalho
Páginas: 440
Editora: Novo Conceito
Sinopse:
“Imersa em uma ditadura implacável, a isolada cidade de Acigam sofre com a ameaça da guerra civil. De um lado, a Guilda, um grupo que utiliza os ensinamentos da Ciência das Energias para exigir direitos para a população. Do outro, um governo tirano, resguardado por soldados especialistas em aniquilar magos — nome vulgar dado aos praticantes da tal ciência. No meio desse conflito vive Leran, que, após ser tragado para a rebelião, tenta aprender mais sobre sua misteriosa habilidade de encantar objetos com a energia dos elementos."

Antes de ler, ao ver o gênero junto a sinopse, fiquei receoso, pois confesso que não sou fã de fantasia e não havia visto nenhum livro nacional com tal tema.

No início do livro já se é surpreendido, por ser apresentado um mundo cujo até  a criação dele é original, instigante e misteriosa.

Além de fantasia, o livro é puxado para a distopia na qual apresenta uma sociedade sob ditadura, injustiça, e desigualdade social, fazendo referência a realidade em que vivemos.

O inimigo deve ser subjetivo, porque o autor narra através de dois personagens, ambos ligados e motivados pela sede de vingança (que considero o maior inimigo) ampliando nossa visão diante dos problemas da cidade - Acigam. 

Os personagens são envolventes, obviamente alguns mais aproveitados, outros menos, porém há grande importância naqueles que são subestimados. Após alguns capítulos, fica difícil confiar em alguns deles, e se passa a esperar de tudo.


A narrativa se passa em um período curto, sendo assim uma correria, prevalecendo muita ação. Tudo gira em torno dos elementos e a magia, mas nada do estilo da saga Harry Potter ou Avatar, o que se pode pensar ao ler a sinopse. 

É apenas o primeiro livro da série, um tanto grande, mas quando notamos, já estamos nas últimas páginas e em seguida ansiando pelo próximo. Nesta edição, acompanha um capítulo extra, e outro que é o primeiro capítulo do segundo livro, também há apêndices que explicam e te situam um pouco mais na ficção de Acigam. Parabenizo o Renan por me ter instigado a ler fantasia e ver como os escritores nacionais cada vez mais impressionam, por isso super espero que leiam e mergulhem nesse mundo incessante e mágico - Supernova.
Lucas Diniz
--------------------------------------------
Querido leitor, esse final de mês vamos estar dando a chance de indicar aquele seu autor preferido de certo tema, acontecerá votações no blog, instagram e facebook, então acesse nossas redes sociais e ajude seu autor a ganhar.
Indicações : Até o dia 25/06
Votação: começa - 26/06 termina 05/07
Facebook
Instagram

Jojo Moyes

sexta-feira, 12 de junho de 2015
Postado por Projeto F5








O Projeto F5 homenageia este mês, Jojo Moyes, escolhida por todos membros deste blog, para ser a autora do mês, já que Junho é o mês dos casais apaixonados, e esse é um gênero pelo qual a Jojo é reconhecida.
Quem já leu algum livro da Jojo, sabe que é difícil ter uma crítica negativa em relação às suas obras, pois são empolgantes e sempre deixam aquele gostinho de quero mais.
Escreveu dois grandes sucessos nos quais decolaram a carreira da autora: "Como eu era antes de você" (cabe adicionar que foi confirmada a adaptação do livro para 2016) e "A garota que você deixou para trás", super recomendado a leitura de ambos.
JoJo cresceu em Londres e já trabalhou como jornalista durante 10 anos, mas é romancista em tempo integral, desde 2002. Possui 11 livros, todos muito bem recebidos pela crítica, não podia ser diferente, ela escreve muito bem!
Foi premiada como escritora romântico duas vezes, seu livro "Como eu era antes de você" foi nomeado livro do ano, no Reino Unido, pela Galaxy Book Awards, desde então a obra vendeu mais de 3 milhões de cópias, em todo mundo.
Casada, mora com seus 3 filhos e seu marido numa fazenda em Essex, Inglaterra, onde encontra inspiração para escrever.

Nesse mês, seja solteiro, casado ou enrolado, todos devem embarcar num romance da Jojo e se surpreender por suas histórias. Ou então, se estar na dúvida do que dar de presente para seu amado(a) deixamos essa sugestão


Por: Mayane

Um mais um

terça-feira, 9 de junho de 2015
Postado por Projeto F5


Editora: Intrínseca           
Ano: 2014
Páginas: 320
Valor: De 21 a 34 reais

Resenha

E aí galera, o projeto f5 trás para vocês mais uma leitura do mês. Um livro coberto de humor, emoção, sentimento e reviravoltas, recheado de grandes momentos.
Quando fui na 4°turnê intrínseca e vi que "Um mais um" iria ser lançado, eu realmente fiquei louco com aquela sinopse, fiquei ansioso pra ler, é um livro que me cativou muito, pois Jojo Moyes é considerada uma das escritoras mais talentosas da época, seus romances são referências.
A leitura é realmente incrível, conta a história paralela de duas pessoas totalmente contrárias e diferentes, da Jess - uma mulher trabalhadora,  que tornou-se mãe muito cedo sendo abandonada pelo marido e que agora luta para sustentar seus filhos-; e do outro lado Ed Nicholls um gênio da computação que é acusado por divulgar informações privilegiadas e acaba sendo aconselhado por seu advogado a se afastar da sua correria do dia-dia, apesar de ter sucesso no trabalho, é um fracasso no amor e sofre por ser afastado de sua família.
O desenvolvimento da história é impressionante, com cenas muito hilárias, já outras que te fazem querer chorar.
Todos os personagens me conquistaram, ainda mais a relação entre eles, já que mesmo eles sendo bem diferente um do outro, se davam bem e isso tornou tudo muito mais cômico para o livro.
Eu sinceramente não tenho nada a reclamar do livro, Jojo Moyes é surpreendente, apesar de eu ter lido apenas esse dela.
Se vocês curtem romance, leiam, se não curtem, leiam também, não irão se arrepender.

Vamos todos juntos nesta viagem!

Por: Marcelo